30 julho 2013

Espelho de Tomada - Poemas de Marcelo H. Zacarelli


Espelho de Tomada

Simples mortal e quebrável
No mundo dos componentes eletrônicos
Espelho de tomada
Para os mais íntimos;
Reténs para ti
A limitada função
Quando pressionada
De emprestar à luz, ou... Absolvê-la
Quando te deste à permissão?
Na mais da ousadia absoluta
Estiveste fincada sobre dois parafusos
Antes estivesse esquecida
Sobre um montante de entulhos imprestáveis;
Quando meus olhos escaparam
Por alguns segundos
E puderam avistar tamanho absurdo
A mais deusa e adorável mulher
Emprestar-lhe algum ato de carinho;
Dotado de soberba repugnante
Tal... Espelho de tomada
Zombou de mim;
Vendedores do mais próximo depósito
Preparem-se para a comissão
Pois a venda de outro
Espelho de tomada
Será absolutamente inevitável.

"Esta poesia foi inteiramente inspirada em uma maldita tarde
Em que certa garota emprestou seu carinho há um espelho de tomada.
Inteiramente inspirada em Fernanda Villarim Zacarelli".

Marcelo Henrique Zacarelli
Guarulhos, Julho de 2007 no dia 23

Gina Fernanda V. Zacarelli

Este poema foi inteiramente inspirado no amor da minha vida, Fernanda Villarim. Certo dia em uma tarde qualquer, um espelho de tomada ofereceu-se à um carinho pelos teus dedos, que deslizaram vagarosamente, quando o ciúme despertou o meu peito, então descobri o quanto desejava o acalento dos teus beijos. Te amo hoje e sempre.