03 abril 2015

Os Miseráveis - Filme


Filmografia

Les Misérables (Os Miseráveis, no Brasil e em Portugal) é um filme britânico dos gêneros drama, musical e romance, produzido pela Working Title Films e distribuído pela Universal Pictures. O longa-metragem é baseado no musical de mesmo nome por Alain Boublil, Claude-Michel Schönberg e Herbert Kretzmer, que por sua vez é baseado em Os Miseráveis, o romance francês de 1862 escrito por Victor Hugo.

Baseado no romance francês de 1862
escrito por Victor Hugo

O filme é dirigido por Tom Hooper e, estrelado por Hugh Jackman, Russel Crowe, Anne Hathaway, Eddie Redmayne, Amanda Seyfried, Sacha Baron Cohen e Helena Bonham Carter. Estreou nos cinemas norte-americanos, 3 de janeiro em Portugal e no Brasil o filme teve a sua estreia antecipada para o dia 1 de fevereiro de 2013. O filme conta a história de Jean Valjean, um prisioneiro que chega á França nos tempos da Revolução de Julho. Valjean cuida de Cosette depois de decadência da sua mãe, Fantine, enquanto isso é perseguido pelo inspetor Javert.

O filme foi uma comemoração aos 25 anos do musical de mesmo nome. As filmagens começaram em meados de Março de 2011. A fotografia principal do filme foi lançada em março de 2012.

O Musical recebeu (8) Indicações da Academia

Sinopse:

A história se passa em plena Revolução de Julho do século XIX entre duas grandes batalhas: a Batalha de Waterloo e os motins de junho de 1832. Jean Valjean (Hugh Jackman) rouba um pão para alimentar a irmã mais nova e acaba sendo preso por isso. Cumprida a pena, Jean é posto em liberdade condicional com a obrigatoriedade de se apresentar regularmente, correndo o risco de passar o resto da vida preso se não o fizer. Como ex-presidiário Valjean sente-se discriminado por todos, contudo tenta recomeçar a sua vida e redimir-se do tortuoso passado. Considerando-se livre, Jean Valjean quebra a condicional resultando na fuga contínua pela perseguição do inspetor Javert (Russell Crowe).

O Longa venceu (3) Globos de Ouro

Enredo

Enquanto isso, do outro lado da França, Fantine (Anne Hathaway) enfrenta uma grande luta com sua filha Cosette. Ao viajar para o interior do país, a mãe deixa a menina com o casal Thénardier (Helena Bonham Carter e Sacha Baron Cohen), que maltratam a criança, a fazem de escrava e roubam seu dinheiro. Enquanto isso Fantine arranja emprego no interior, manda dinheiro para sua filha, enquanto o casal cobra cada vez mais e mais. Um dia um funcionário da fábrica descobre que a mesma tem uma filha ilegítima, e a expulsam do emprego em que trabalha. Desolada, e sem jeito de conseguir dinheiro, ela vende os invejados cabelos e dentes, e com mais cobrança dos vilões, ela se prostitui, porém está com Tuberculose. Por fatos ocorridos no passado, Jean Valjean conhece a doente Fantine e lhe faz a promessa de cuidar de sua filha.

Hugh venceu o Globo de Ouro na categoria
melhor Ator Musical

Hugh Jackman como Jean Valjean, um homem marcado pela a injustiça social, que ao voltar da sua prisão de dezenove anos, reergue-se e fica rico. O destino dele está cruzado ao de Fantine quando o mesmo cuida da sua filha Cosette

Hathaway foi brilhante no papel
de Fantine

Anne Hathaway como Fantine, vítima da injustiça. Foi abandonada pelo seu namorado enquanto estava grávida de Cosette. Sem ter para onde correr, volta ao interior de onde nasceu, deixando a filha sobre cuidados dos Thénardier. Depois de demitida do trabalho, vende os cabelos, os dentes e se prostitui. Morre de tuberculose e é jogada em uma cova de indigente. O mesmo papel foi cotado pelas atrizes Rebecca Hall e Amy Adams, porém ficou com Hathaway.

Amanda é Cosette

Amanda Seyfried como Cosette, filha de Fantine. Tinha belos olhos azuis, porém de tanto chorar com o seu sofrimento, os mesmos perderam a cor e se tornaram verdes. É cuidada durante a adolescência por Valjean.

Helena e Sacha no papel de Vilão

Helena Bonham Carter como Madame Thénardier, a "Vilã" da história, que desde cedo maltrata Cosette, a tornando sua escrava e roubando seu dinheiro. Porém, um dia vai a falência. Sacha Baron Cohen como Monsieur Thénardier, tomado muitas vezes como o "Vilão" da história, não tem amor a mais ninguém exceto a sua família.

Eddie e Samantha que estreou seu primeiro
papel na pele de Eponine

Eddie Redmayne como Marius, jovem revolucionário que busca o amor e vira amigo de Éponine. Samantha Barks como Eponine, filha sofrida do casal Thénardier que é secretamente apaixonada por Marius. Taylor Swift, Evan Rachel Wood, Lea Michele e Scarlett Johanson foram cotadas para o papel.

Hathaway venceu o Oscar na categoria
Atriz Coadjuvante

Produção

A cantora Taylor Swift do filme "Idas e Vindas do Amor" foi dispensada do elenco. Ela viveria Eponine. Em seu lugar, foi contratada a inglesa Samantha Barks, que ficou em terceiro lugar no reality show musical 'I'd Do Anything'.

Tom Hooper anteriormente tinha sido convidado para dirigir Iron Man 3, mas recusou o pedido, e para dirigir Les Misérables. Paul Bettany tinha sido até mesmo citado para interpretar o inspetor Javert, mas o estúdio decidiu contratar Russell Crowe para fazer o inspetor. Amy Adams e Rebecca Hall também foram apontadas como candidata para o papel de Fantine, que acabou com Anne Hathaway. Emma Watson, Hayden Panettiere, Miranda Cosgrove e Lucy Hale estiveram sondadas para os papéis das jovens Eponine e Cosette, mas não foram adiante.

Hathaway foi aclamada pela crítica
no papel de Fantine

Opinião Crítica

A Universal Pictures proibiu qualquer crítica ao longa até a aproximação da estreia do filme, porém alguns críticos descreveram como: Um musical desde "Chicago", nunca chegou tão próximo à conquistar o Oscar de melhor filme. Performances como dos atores Hugh Jackman e Anne Hathaway foram aclamadas, a última descrita como: "Ninguém jamais interpretou Fantine como Hathaway"

O Cineasta Tom Hooper

Thomas George "Tom" Hooper (Londres, 1 de outubro de 1972) é um diretor de cinema, produtor e roteirista britânico vencedor do Oscar. Foi indicado ao Emmy Award de Melhor Diretor em Minissérie, Filme ou Especial Dramático por Prime Suspect, Elizabeth I e John Adams. Por The King's Speech, foi indicado ao Globo de Ouro de melhor direção, BAFTA.

Apesar de muitas controvérsias, recebeu o Oscar de melhor diretor de 2011 pelo filme O "Discurso do Rei". Dirigiu também o filme baseado no musical "Os Miseráveis", o qual teve diversas indicações ao Oscar.

O Francês Victor Hugo

Victor-Marie Hugo (Besançon, 26 de fevereiro de 1802 — Paris, 22 de maio de 1885) foi um novelista, poeta, dramaturgo, ensaísta, artista, estadista e ativista pelos direitos humanos francês de grande atuação política em seu país. É autor de Les Misérables e de Notre-Dame de Paris, entre diversas outras obras clássicas de fama e renome mundial.

Seu principal romance, Os Miseráveis, narra a história de um self made-man, Jean Valjean, um sujeito que foge da prisão e reconstrói sua vida através do trabalho. Valjean monta uma empresa e, através dela, traz prosperidade para a sua região; além disso, usa sua fortuna em obras de caridade para ajudar os pobres. Suas boas obras são interrompidas apenas quando um policial - um agente do Estado - decide interferir arbitrariamente nas atividades privadas da sociedade civil.

Os Miseráveis, portanto, traz claramente a filosofia política de Victor Hugo. É um mundo onde há cooperação - e não luta - entre as classes; onde o empreendedor desempenha uma função essencialmente benéfica para todos; onde o trabalho é a via principal de aprimoramento pessoal e social; onde a intervenção estatal por motivos moralistas - seja do policial ou do revolucionário obcecado pela justiça terrena - é um dos principais riscos para o bem de todos que será gerado espontaneamente pelos indivíduos privados.


Minha nota para este Filme é ( 10 )

Prêmios: