21 dezembro 2013

Ainda Existe Vida - Poema de Marcelo H. Zacarelli


Ainda Existe Vida

No crepúsculo da manhã
Ainda de pijama na velha choupana
Tomei uma decisão só minha 
Queria sentir o cheiro do mar

Sentir a areia dentre os dedos dos pés
Libertar a alma da solidão 
Descobrir que ainda há vida sem você

Foi a primeira vez que vi 
O sol saltar dos seios das águas 
E o mar despir-se de um verde e vestir azul 
Eu temia que em mim não existisse vida

Na calmaria da manhã
Ouvia o silêncio das pedras 
Das dores que as tais 
Guardavam dentro de si

Antes que o mesmo sol fosse engolido pelas águas 
Antes que a tarde pintasse o céu de abóbora 
Antes que a noite fechasse as cortinas anunciando a escuridão 
E todas as luzes tomasse de assalto a cidade 
Eu fiz a minha melhor descoberta; 
Ainda existe vida longe de você. 

Marcelo Henrique Zacarelli 
São Paulo, 18 de Dezembro de 2013

Sentir a areia dentre aos dedos dos pés
Libertar a alma da solidão