02 janeiro 2017

Mais que Qualquer Homem - Poema de Christine Aldo


Mais que Qualquer Homem

Preciso esvaziar o meu coração
Desse amor contraditório
O meu corpo empilhado na cama
Não te serve mais de inspiração
Você passa para se trocar
E nem se quer olha para o meu rosto

Eu perdi todas as forças que tenho
Não vou perder o meu tempo
Chamando pelo teu nome...

Uma mulher teimosa
Que passa espalhando o seu perfume
Deixa um rastro de desespero no quarto
Ela sabe que me enlouquece
Ela sabe que a desejo
Mais que qualquer homem

A verdade é que tenho medo
De perdê-la para outra mulher
(Então perco o controle)
Me descabelo, quebro o espelho
Para não ver a minha metade homem
Em completo desespero

Se realmente existe outro amor em sua vida
Você deveria jogar limpo comigo
Mesmo que eu seja dependente deste seu amor
Você atropela os meus sentimentos
Por que sabe que não sou capaz de te esquecer.

Christine Aldo
Village, 24 de Julho de 2015

Me descabelo, quebro o espelho
Para não ver a minha metade homem...