30 julho 2013

Anjo Menina - Poemas de Marcelo H. Zacarelli

Paloma Cristina Zacarelli

Anjo Menina

Meu anjo menina
Eu nunca quis te dizer adeus
Meu anjo menina...
O teu sorriso jamais vai se apagar na neblina;

O teu amor é combustível pra minha alma
E o teu sorriso sedativo pra minha dor
Eu já não existo sem a sua calma;

Meu anjo menina
Eu estaria mentindo se não soubesse te amar...
Meu anjo menina como você é linda
Eu já não consigo te dizer adeus;

Meu anjo menina, por que tem que ser assim
As madrugadas que me fazem chorar a tua falta
Se as rosas virassem ouro;
Se toda lágrima caísse sem maior esforço...
Talvez pra você; Eu estaria mentindo

Por isso meu anjo menina
Eu sinto correr o meu coração por avenidas perdidas;

Eu às vezes sonho com você
Correndo desesperadamente pro meu colo
Mas quando me abraça por que tenho que acordar...

Meu anjo menina
Eu nunca quis te dizer adeus
O teu sorriso jamais vai se apagar na neblina;

Eu estaria mentindo se não soubesse te amar...
Meu anjo menina como você é linda
Eu já não consigo te dizer adeus;

Produzido por Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Agosto de 2011 no dia 14

Paloma Cristina

Paloma Cristina Zacarelli é a filha primogênita do Poeta Marcelo H. Zacarelli. Esta menina de beleza rara, é a razão de orgulho de um Pai que a ama muito. Este poema é a inspiração de um anjo que Você representa na minha vida, e que jamais irei sobreviver sem a tua imagem na minha memória, te amo incondicionalmente e sofro pela distância que insiste em nos separar.