18 agosto 2013

Jeito de Amar - Poemas de Marcelo H. Zacarelli

Foto: Libertária

Jeito de Amar

Indomável na cama
Indefesa sacana
Desarma-me impulsivamente
E confunde minha mente

Dotada de maliciosa conduta
Talvez criança, talvez adulta
Indesejada o bastante
No cordel dos amantes

Sorri por não saber à hora
De ficar, ou ir embora
Mulher incansável
Sem você, me faz tornar detestável.

Tens o poder de ludibriar
No teu colo me fazer sonhar
Porém eu confesso sou capaz de morrer
No teu jeito de amar, que jamais vou esquecer.


Marcelo Henrique Zacarelli
Itaquaquecetuba, Agosto de 2003 no dia 12

Foto: Libertária