24 maio 2015

Nossa Última Vez - Poema de Christine Aldo


Nossa Última Vez

Última Vez;
Nosso amor virou as avessas
O dia é longo demais pra tentar compreender
Mentiras sobre mentiras, então cansei

Essa foi a nossa última vez
Assim como o céu é azul
Meu coração é uma tumba
Para o nosso sepultado amor

Não adianta me olhar assim
Não vou negar que um dia sonhei
Que pudesse ser tudo na sua vida
Más a tua frieza me fez acordar deste sonho

Diga-me que pecado tem alguém em sonhar?
Eu também fui menina e sonhei em amar
Você sorri, simplesmente sorri...
Zomba dos meus sentimentos

Porém jamais se esqueça
Quem ri melhor é quem ri por último
Por isso querida, não se esqueça
Esta noite vai ser a nossa última vez.

Assista o vídeo que inspirou este poema (Clique no link abaixo)

Christine Aldo
São Paulo, 05 de Dezembro de 2014
(Bairro Santa Cecília)

Meu coração é uma tumba
Para o nosso sepultado amor...